O letreiro de Hollywood é um ponto turístico localizado no Mount Lee em Hollywood. O marco foi criado em 1921 e oficialmente inaugurado em 13 de julho de 1923 como peça publicitária da Câmara do Comércio.
O letreiro foi erguido para vender casas de um condomínio. A ideia inicial, era que ele ficasse lá por um ano e meio, mas acabou se tornando um símbolo da cidade. Virado para o sul, ele se estende sobre uma cordilheira de quase 570 metros que separa Hollywood e boa parte de Los Angeles do Vale de San Fernando, ao norte. Em 2002, o terreno de 55 hectares localizado no Cahuenga Peak foi posto no mercado pelos administradores da herança de Howard Hughes, dono do local desde a década de 1940.
Construído na década de 1920 por H. J. Whitley o sinal divulgava “HOLLYWOODLAND” originalmente, como uma propaganda para divulgar um novo loteamento residencial perto do distrito de Hollywood em Los Angeles. Cada uma das letras do sinal original tinha 9,1 m de largura e 14 m de altura, com cerca de 4 mil lâmpadas espalhadas entre elas. O sinal foi oficialmente erguido em julho de 1923 e não era para ser permanente. Nos anos subsequentes com a ascensão do cinema americano, principalmente em Los Angeles, o letreiro acabou ficando mundialmente famoso por aparecer em diversos filmes, fazendo com que a prefeitura optasse por deixa-lo por lá.