San Blas é pouco conhecido pelos brasileiros (e até mesmo pelos panamenhos), mas quando você for, com certeza, vai encontrar dezenas de europeus. Fica na costa do Oceano Atlântico/Caribe do Panamá, a aproximadamente 100km da capital, Cidade do Panamá (+ a distância em barco até a ilha escolhida).
O nome oficial da região é Guna Yala (ou Kuna Yala), e é, desde 1925, uma comarca indígena autônoma, que tem interferência mínima do governo panamenho (tem até fronteira! – não se esqueça de levar seu passaporte ou seu documento de residência). E Guna Yala vai muito além das ilhas. São também milhares de hectares de florestas intactas. Por ser um território indígena, nada nem ninguém pode investir no local, e os únicos que ganham dinheiro com o turismo ali são os próprios Kunas.
Por causa disso, não espere hotéis bonitões (típicos de Caribe), água quentinha, energia elétrica a vontade, sinal de celular, internet… San Blas é pra quem aprecia esse tipo de experiência com a natureza e acha o máximo passar alguns dias hospedado em simples cabanas de bambu ou madeira, sendo despertado pelo nascer do sol entrando pelas frestas da sua “casa temporária” em uma ilha quase deserta.